6.10.09

Margarida Bacelar (Sara Matos)

Margarida

Fez o 11ºano com uma excelente média num colégio de freiras muito exigente. Habituada a uma família de classe alta, nunca passou dificuldades nem conhece o "mundo real". É uma rapariga cheia de força que transmite coragem às pessoas que estão à sua volta. Tem um magnetismo único que faz com que todos a admirem. Não se sente bem na pele de menina rica e mimada e deseja ser ela própria e não a menina que os pais querem que seja. Margarida quer descobrir-se a ela mesma. Procura sempre aperfeiçoar-se e é humilde o suficiente para aceitar criticas. A família tem grandes expectativas em relação ao seu futuro e todos estão certos que vai seguir a tradição da família e tornar-se uma grande médica, mas na realidade Margarida quer ser cantora. Por isso, no dia em que entra na D. Sebastião deixa os pais em choque.

 

Rui Oliveira (Lourenço Ortigão)

rui

Estuda no 12º ano e o seu maior desejo é triunfar na música e conseguir um curso em Londres para isso. É um rapaz giro que se veste num estilo "cool", mas um pouco "rufia". Adora o seu carro com decoração Kitsch e os seus amigos também adoram, pedem-lhe constantemente boleia. Tem um pai ausente, o que o deixa muito decepcionado, mas vê na mãe a sua grande companheira. É um rapaz correcto, honesto e independente. É bom companheiro e um comunicador nato. Flash é o seu melhor amigo, mas geralmente todas as pessoas gostam dele. Adora cantar e tocar guitarra. Para isso criou uma banda de garagem com Leo e Flash. Inscreveu-se na Escola de Artes performativas para ter mais possibilidades para conseguir atingir esse objectivo. Faz alguns "biscates" e alguns concertos com a banda para ter "pocket money".

 

Leo - Leonardo Pimenta (Ricardo Sá)

leo

Terminou o 11º ano, mas não faz grande questão de continuar os estudos. É por mero acaso que entra na escola D. Sebastião, visto que o júri fica impressionado com os seus dotes de baterista (na audição de RUI) e propõem que ele também seja aluno da escola. Toca bateria sempre que pode. Oriundo de uma família de classe baixa, é vizinho de Rui e de Flash, os seus melhores amigos. Tal como eles também cresceu com dificuldades e no meio de um bairro onde é preciso crescer depressa. Se não podes vencê-los junta-te a eles, e foi o que Leo fez, ao ter de ser amigo dos jovens delinquentes do bairro, para não ser ele próprio uma vítima. Nunca tem dinheiro nos bolsos e o pouco que ganha é quando toca bateria em bares e festas. Adora miúdas bonitas, mas a sua falta de delicadeza e jeito na arte da sedução, fazem com que ande sempre solteiro. É o mais distraído e relaxado dos três amigos. Costuma enrolar-se em situações cómicas, involuntariamente, mas acaba por sair quase sempre por cima. Com a entrada na D. Sebastião, Leo vai perceber que pode aprofundar ainda mais o seu talento musical. Mas para isso vai ter de contrariar a sua natureza selvagem e submeter-se a horários e regras. Será ele capaz?

 

Flash - Jesus Manuel Serôdio (Nuno Martins)

flash

Estuda no 12º ano. Ainda não sabe o que quer, mas é tão descontraído que a verdadeira razão de ter ido para a D. Sebastião foi por ser a opção do amigo, de quem é inseparável. Nunca sentiu verdadeiramente a falta do pai e vê na mãe uma heroína. Dá-se mal com o irmão, mas evita entrar em conflitos com ele, para não se chatear. No entanto, quando Bruno entra em conflito com a mãe, Flash não hesita em confrontá-lo e enfrentá-lo. Sempre viveu no bairro e está farto dos problemas da sua zona, gostava de levar a sua mãe para uma zona melhor. Não é bom aluno, no entanto tem algum talento em teatro. O seu estilo de vida é muito semelhante ao de Rui, mas menos criativo e mais calão que o amigo. No entanto, tudo o que Rui lhe pede, tanto na vida como na banda, Flash faz sem hesitar. A família é importante para ele, mas os constantes conflitos com o irmão fazem-no por vezes evitar ir para casa, refugiando-se na sua amizade com Rui e na banda.
 
Inês Bacelar (Sandra Faleiro)
inês
É Licenciada em História, mas depois do seu casamento com Teodoro, nunca precisou propriamente de trabalhar e como tal nunca chegou a exercer a sua profissão. No entanto, farta de ser apenas doméstica, dedicou-se ao design de jóias. Tem um pequeno atelier em casa, onde se dedica à criação das suas jóias. Proveniente de uma família de classe média, também conservadora, foi com algum esforço que conseguiu completar os estudos. Foi a sua união com Teodoro que a catapultou para uma classe muito alta e que a fez mudar totalmente de estilo de vida. Não tem vergonha de ser oriunda de uma família mais humilde, mas também não gosta de falar do seu passado e das dificuldades por que passou. É uma ¿nova-rica¿, mas não é por isso que é uma mulher fútil e vazia. Adora jóias, mas especialmente as de estilo único, como as que desenha. Dedica-se a causas humanitárias e vai frequentemente a jantares de beneficência.
 

Alda Dinis (Henriqueta Maia)

alda

Já reformada, Alda é uma idosa mais "alternativa" e radical do que é habitual. Foi cozinheira num restaurante até à reforma. Desde que os seus filhos foram viver para fora, Alda é mãe e pai dos seus netos, João Pedro e Filipe, vive para eles e para os animar. Estuda na universidade da 3ª idade, pratica Tai-chi, Yoga e Pára-Quedismo. Ficou viúva há alguns anos e decidiu cumprir ao máximo o último pedido que o seu marido lhe fez: "vive cada dia como se fosse o último". Desde então, Alda não tem limites e dedica-se a tudo aquilo que lhe apetece fazer, desde simples passeios com os netos a actividades mais radicais que não são tão comuns para uma pessoa da sua idade. Alda não se importa com o que os outros pensam, desde que se divirta e que veja os seus netos felizes. Adora andar de jipe e de vespa e acelerar um pouco mais nas rectas. Gosta de sentir adrenalina, diz que "a faz sentir viva" e vai dedicar-se a tudo o que lhe dê essa sensação.

 

Ângela Trindade (Sofia Duarte Silva)

angela

Licenciou-se em História de artes/Estudos artísticos mas o seu sonho sempre foi seguir uma carreira musical. Adora tudo o que se relaciona com música e dança. Foi educada numa família conservadora que a impediu de seguir o seu grande sonho. Como tal, escolheu um curso relacionado com Arte, a sua grande paixão. O facto de ter reprimido o seu talento, faz com que seja uma mulher frustrada e azeda para com os que a rodeiam, usando muitas vezes o sarcasmo e a intolerância para com os seus alunos. Invejosa em relação aos alunos e a todos os artistas de sucesso, não se coíbe de usar métodos menos próprios para impedir os seus alunos de atingirem o sucesso. Leccionar na D. Sebastião é ao mesmo tempo um sonho e um pesadelo. Sonho porque pode falar do que realmente gosta mas um pesadelo porque lida com jovens artistas que estão a caminho de ser o que ela sempre desejou ser.

 

Almerinda Serôdio (Julie Sergeant)

almerindaalzira

Tem o segundo ciclo e faz bolos e salgados para vender para fora. Nasceu e cresceu numa família de classe baixa e sempre viveu no bairro social. Casou muito nova e teve cedo o primeiro filho. O marido sempre foi a principal fonte de sustento da família, até ao dia em que emigrou e nunca mais voltou. Foi com grande desgosto que Almerinda, anos mais tarde, recebeu uma carta do marido a dizer que não voltaria e que ela seguisse com a sua vida. Passado o desespero e a angústia, Almerinda pôs mãos à obra e fez de tudo para sustentar os filhos menores. Desde limpezas, a trabalhos de costura, Almerinda esforçou-se para que nada faltasse aos filhos, mas nem com a maioridade do filho mais velho as coisas melhoraram. Almerinda continua a trabalhar no duro e hoje faz comida para fora. A sua segunda grande decepção, depois do marido, é Bruno, o filho mais velho, não quis estudar e não se lhe conhece uma profissão. Almerinda é uma mulher sofrida e sozinha. Tem em Carmo a sua melhor amiga e confidente e depois do marido, nunca mais teve outro homem.

 

Alzira Macedo (Ana Brandão)

alzira

É costureira em Carrazeda de Cima. De família humilde, Alzira teve de abandonar cedo os estudos para ajudar os pais. O sonho de tirar um curso e frequentar a Universidade ficou pelo caminho. Casou nova com Josip Zevic (um refugiado Croata que veio para Portugal a fugir da guerra) e ficou logo grávida de Paula o que fez com que mal tivessem tempo de organizar a vida para terem mais condições para a criar. No entanto, Alzira é uma mulher lutadora e corajosa e faz o que for preciso para dar todas as condições a Paula para ter a vida que ela sempre sonhou ter. Trabalha de manhã à noite e por isso é raro ter tempos livres. Sempre admirou o talento da filha para cantar e por isso inscreveu-a ainda em pequena na Academia de Música de Carrazeda de Cima. Religiosa, apoia-se muitas vezes nas suas rezas para pedir iluminação no caminho da filha. No entanto, com hábitos pouco típicos de cidade, vai envergonhá-la algumas vezes no seu percurso pela capital. Mas não o faz por mal, Alzira só não está habituada à vida da grande cidade. Adora conversar e tem sempre assunto para todas as ocasiões, não se apercebendo que é muitas vezes inconveniente e chata.

 

Ana Luís (Isabel Bastos)

ana

Dança ballet desde pequena e tem postura de bailarina, sempre de costas direitas. Sempre que pode e se vê perante um espelho, por exemplo, ensaia um passo de dança. Sente sempre a dança dentro de si. Desde muito cedo que sabia que queria ser bailarina, para gáudio da mãe, que era também bailarina. O pai oferecia alguma resistência por temer que a filha se sentisse obrigada, mas o gosto de Ana era genuíno, nasceu com ela. É uma rapariga saudável, tem sempre cuidado com a alimentação, tem medo de se magoar para não ficar lesionada. É rigorosa consigo própria e acaba por não conseguir ser descontraída, por mais que tente controlar-se.

 

André Paiva (Diogo Lemos)

583

Entra para o 12º ano da Escola D. Sebastião e quer ser bailarino. É bonito e tem tiques um pouco efeminados. Veste-se de forma exuberante e preocupa-se muito com a sua aparência. Vive com a mãe que o apoia no seu gosto pela dança e que o incentiva a conquistar o estrelato. Sempre viveu fora de Lisboa, pelo que tem de arrendar um quarto para poder estudar. Adora dançar e é especialista em vários tipos de dança a pares ou individual. Não tem medo de improvisar, quando dança consegue sempre surpreender. Adora sair à noite e dançar até de madrugada com os amigos. André é sociável e simpático mas os seus maneirismos histéricos e por vezes efeminados, fazem com que quase todos pensem que ele é gay. Descomplexado e exuberante, André vai ter de lidar algumas vezes com o preconceito das pessoas.

 

 Bruno Moisés Serôdio (Diogo Lopes)

bruno

Tem o 9º ano. Não tem profissão definida. O facto de ter sido abandonado pelo pai muito cedo deixou-o revoltado com o mundo. Bruno usa esta frustração do passado para justificar o seu comportamento hostil. Não gosta de trabalhar, prefere ganhar dinheiro de forma fácil. Quando não tem esquemas não se coíbe de coagir familiares, amigos e vizinhos a darem-lhe dinheiro, nem que seja à força. Bruno usa todo o tipo de truques para conseguir dinheiro. Devido ao seu comportamento de má índole e falta de respeito e consideração pelas pessoas, Bruno não é bem visto pelos moradores do bairro. Alguns temem-no, outros enfrentam-no, como é o caso de Rui. Mas Bruno tem muita auto-confiança e não tem medo de ninguém. Também não tem uma boa relação com a mãe nem com o irmão.

 

Ver resto do elenco

 

Fonte: morangos logo

 

 

link do postPor Muito Mais, às 16:34  comentar

Nosso Facebook Nosso Twitter Feed


arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D